quinta-feira, 21 de junho de 2012

Grande Assembleia mantém greve e delibera pela suspensão do calendário



A reunião iniciada às 10:00, no auditório do campus de Porto Velho do IFRO, ocorrida hoje (dia 21/06 - quinta-feira) foi mais uma demonstração da unidade da luta. O auditório estava tomado ao ponto de não comportar mais pessoas, muitas das quais ficaram de pé ou se acomodaram pelos cantos.

Estavam presentes integrantes do Sinasefe/RO, da Direção Nacional do Sinasefe, da Adunir e outros apoiadores, entre estudantes do IFRO e da Unir e suas respectivas entidades representativas.

Foi demonstrado, por emails, depoimentos e um documento contendo o novo “calendário” e “horário” que os gestores estão, de modo não-participativo, alterado as atividades letivas previamente programadas, desconfigurando o calendário do início do ano, prática que tem por fim a desmobilização dos estudantes, técnicos e professores.

Professores do IFRO que defendiam a posição oficial, postulando a manutenção do calendário emergencial, bem como explicação de como foi esse documento foi articulado, se manifestaram.

A pauta foi colocada em votação e a assembleia geral, com mais de 70 professores e técnicos, aprovou, contra 5 votos em oposição, a suspensão geral das atividades, incluindo o do “novo calendário”, reforçando a legitimidade da greve e do movimento sindical.

Em verdadeiro espírito democrático, após diversos esclarecimentos e informes, foi franqueada a palavra aos estudantes do IFRO, tendo sido maciço o apoio à greve na Educação. O corpo discente reiterou a sua pauta de consolidação de um grêmio estudantil autônomo, de direito à participação em órgãos colegiados e pela democratização da instituição.

A greve está mais forte ainda e prossegue em passos firmes.

Confira imagens da assembleia:




  

Um comentário:

  1. Foi realmente uma bela assembléia, inteligente e democrática!

    ResponderExcluir